Exibição seguida de Debate do filme “Má educação”

16/05/2013 23:05

 

O Projeto Cinema Mundo exibe na quinta-feira, 23 de maio, Má educação (La mala educación, Pedro Almodóvar, 2004), filme roteirizado e dirigido por Pedro Almodóvar.  A sessão acontecerá às 12h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC. Raphael de Boer, Doutorando em Inglês pela UFSC, e mestre em Letras (Inglês e Literatura Correspondente) na mesma instituição, será o debatedor desta sessão especial.

Entrada Franca.

 

Sobre o filme:

Madri, 1980. Enrique Goded (Fele Martínez) é um cineasta que passa por um bloqueio criativo e está tendo problemas em elaborar um novo projeto. É quando se aproxima dele um ator que procura trabalho, se identificando como Ignacio Rodriguez (Gael García Bernal), que foi o amigo mais íntimo de Enrique e também o primeiro amor da sua vida, quando ainda eram garotos e estudavam no mesmo colégio. Goded recebe do antigo amigo um roteiro intitulado “A Visita”, que parcialmente foi elaborado com experiências de vida que ambos tiveram. Goded lê o roteiro com profundo interesse. Este relata as fortes tendências de pedofilia que tinha um professor de literatura deles, o padre Manolo (Daniel Giménez Cacho), que vendo Ignacio e Enrique em atitude suspeita diz que vai expulsar Enrique. Ignacio, sabendo que Manolo era apaixonado por ele, diz que fará qualquer coisa se ele não expulsar Enrique. Então Manolo promete e molesta Ignacio, mas não cumpre a promessa e expulsa Enrique. Goded decide usar a história como base do seu próximo filme e, por causa de um isqueiro, vai até a casa de Ignacio e constata uma verdade surpreendente.

 

Curiosidades

Contextualizado em um colégio religioso dos anos 1960, o filme é considerado uma crítica à Igreja e aos colégios traducionais. Há alguns fatos interessantes, como a ausência de humor evidente, já característico dos filmes anteriores de Almodóvar. Além disso, praticamente não aparecem mulheres no filme. A homossexualidade é abordada de uma forma surpreendente.

Exibição seguida de Debate do filme “Precisamos falar sobre o Kevin”

10/05/2013 08:00

 

O Projeto Cinema Mundo exibe na quinta-feira, 16 de maio, Precisamos falar sobre o Kevin (We need to talk about Kevin,  Lynne Ramsay, 2011), filme roteirizado e dirigido por Lynne Ramsay.  A sessão acontecerá às 18h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC. Marcio Markendorf , o debatedor desta ocasião, é doutor em literatura pela UFSC, e atualmente leciona no curso de cinema desta mesma universidade.

Entrada Franca.

Sobre o filme

Eva (Tilda Swinton) mora sozinha e teve sua casa e carro pintados de vermelho. Maltratada nas ruas, ela tenta recomeçar a vida com um novo emprego e vive temorosa, evitando as pessoas. O motivo desta situação vem de seu passado, da época em que era casada com Franklin (John C. Reilly), com quem teve dois filhos: Kevin (Jasper Newell/Ezra Miller) e Lucy (Ursula Parker). Seu relacionamento com o primogênito, Kevin, sempre foi complicado, desde quando ele era bebê. Com o tempo a situação foi se agravando mas, mesmo conhecendo o filho muito bem, Eva jamais imaginaria do que ele seria capaz de fazer.

Curiosidades

Em sua exibição no Festival de Cannes, em 2011, o filme chocou a platéia com as cenas de seu pesado tema sobre violência na escola; Kevin, de fato, mostra instintos assassinos desde sua mais tenra idade. O filme também conquistou alguns prêmios, tanto no Globo de Ouro como no próprio Cannes. O filme foi adaptado do romance homônimo de Lionel Shriver lançado em 2003.

Exibição seguida de Debate do filme “Shame”

03/05/2013 08:00

 

O Projeto Cinema Mundo exibe na quinta-feira,09 de maio, Shame (Shame, Steve McQueen, 2011), filme roteirizado e dirigido por Steve McQueen.  A sessão acontecerá às 18h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC.  George França, Doutorando em Teoria Literária pela UFSC, e Mestre em Literatura pela mesma instituição (2009), será o debatedor desta noite.

Entrada Franca.

 

Sobre o filme

 Brandon (Michael Fassbender) é um cara bem sucedido e mora sozinho em Nova York. Seus problemas de relacionamento, aparentemente, são resolvidos durante a prática do sexo, tendo em vista que é um amante incontrolável. Contudo, sua rotina de viciado em sexo acaba sendo profundamente abalada quando sua irmã Sissy (Carey Mulligan) aparece de surpresa e pretende morar com ele.

Produção: Reino Unido.

 

Curiosidades

Filmado em 25 dias , e com um orçamento de 6,5 milhões de dólares, o filme confirma a relevância de Steve Mcqueen, com seu estilo ao mesmo tempo sofisticado e visceral.   O filme estreou no Brasil cerca de um ano após seu lançamento no exterior, e foi  cotado como um dos favoritos para a categoria de Melhor Ator, no OSCAR.

Acompanhe, aqui, um interessante texto da crítica.

Exibição seguida de Debate do filme “Clube da Luta”

26/04/2013 08:00

O Projeto Cinema Mundo exibe na quinta-feira, 02 de Maio,Clube da Luta (Fight club, David Fincher, 1999), filme dirigido por  David Fincher e roteirizado por Chuck Palahniuk. A sessão acontecerá às 18h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC.  Alexandre Linck Vargas, bacharel em Comunicação Social – Cinema e vídeo pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2004), e Doutorando em Literatura pela UFSC, é o convidado desta noite. Alexandre já atuou, também, como cineasta, nos curtas-metragens Oculto (2003), Religare (2005) e Deuses de Mentira (2009).

Entrada Franca.

Sobre o filme:

 Jack (Edward Norton) é um executivo jovem, trabalha como investigador de seguros, mora confortavelmente, mas ele está ficando cada vez mais insatisfeito com sua vida medíocre. Para piorar ele está enfrentando uma terrível crise de insônia, até que encontra uma cura inusitada para o sua falta de sono ao frequentar grupos de auto-ajuda. Nesses encontros ele passa a conviver com pessoas problemáticas como a viciada Marla Singer (Helena Bonham Carter) e a conhecer estranhos como Tyler Durden (Brad Pitt). Misterioso e cheio de ideias, Tyler apresenta para Jack um grupo secreto que se encontra para extravasar suas angústias e tensões através de violentos combates corporais.

Produção: Estados Unidos.

 

Curiosidades:

O filme é baseado em romance homônimo de Chuck Palahniuk, publicado em 1996. O próprio autor, declarou publicamente que o filme é uma boa complementação ao seu livro.

Foi indicado ao OSCAR, em 2000, na categoria Melhor Edição de Som.

Exibição seguida de Debate do filme “Histórias Cruzadas”

19/04/2013 08:00

O Projeto Cinema Mundo exibe na quinta-feira, 25 de abril, Histórias cruzadas (The help, Tate Taylor, 2011), filme roteirizado e dirigido por Tate Taylor.  A sessão acontecerá às 18h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC. Joana Vieira Borges, doutora em História pela UFSC e professora nessa instituição, é a convidada desta ocasião.

Entrada Franca.

 

Sobre o filme

Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.

Produção: Estados Unidos

 

Curiosidades

O filme é uma adaptação do romance homônimo de Kathryn Stockett. Tate Taylor recebeu a autorização para adaptar o romance mesmo antes de ele ser publicado.

Octavia L.Spencer recebeu os prêmios BAFTA e Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2012 por sua interpretação.