Projeto Cinema Mundo realiza exibição comentada do filme “V de vingança”

14/03/2018 21:36

 

Continuando a mostra atual de filmes distópicos, o Projeto Cinema Mundo/UFSC irá exibir na quinta-feira (22) o filme V de Vingança (V for vendetta, 2005, EUA/UK/ALE), dirigido por James McTeigue. Tendo nascido nos quadrinhos durante os anos 80, pelas mãos de Alan Moore, e vindo para o cinema apenas em 2005, V de Vingança é uma historia de distopia que trás a tona temas políticos tais como tirania, opressão, intolerância, questões de liberdade, e muitas outras.

A sessão, de entrada franca, acontecerá às 18h30 no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC e contará com os comentários de Matheus Faisting e Lirous K’yo.

Sobre o filme:

Em uma Inglaterra do futuro, onde está em vigor um regime totalitário, vive Evey Hammond (Natalie Portman). Ela é salva de uma situação de vida ou morte por um homem mascarado, conhecido apenas pelo codinome V (Hugo Weaving), que é extremamente carismático e habilidoso na arte do combate e da destruição. Ao convocar seus compatriotas a se rebelar contra a tirania e a opressão do governo inglês, V provoca uma verdadeira revolução. Enquanto Evey tenta saber mais sobre o passado de V, ela termina por descobrir quem é e seu papel no plano para trazer liberdade e justiça ao país.

Sobre os comentaristas:

Matheus Gonçalves Faisting

É jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina e graduando do curso de Cinema e Audiovisual da UNISUL. Dirigiu o documentário “Depois do Fervo”, filme que investiga o contraste entre a imagem de cidade “gay-friendly” e a realidade de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais em Florianópolis. Além disso, atua esporadicamente como freelancer na produção de textos, edição de vídeos, fotografia e outros trabalhos na área de comunicação e audiovisual.

Lirous K’yo Fonseca Ávila

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina, é coordenadora geral da ADEH – Associação em Defesa dos Direitos e presidenta do Fórum Diversidade Grande Florianópolis.

Projeto Cinema Mundo realiza exibição comentada do filme “Mad Max: estrada da fúria”

28/02/2018 21:44

 

Na próxima semana, quinta-feira (8/3), o Projeto Cinema Mundo/UFSC inicia sua mostra de filmes distópicos com o célebre Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: fury road, 2015, AUS/EUA), de George Miller, em sessão comemorativa ao Dia Internacional da Mulher.

A sessão, de entrada franca, acontecerá às 18h30 no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC e contará com os comentários de Vanessa Sandre e Carla Abraão.

Sinopse:
Dentro de um mundo de fogo e sangue, existem dois rebeldes em fuga que talvez possam restaurar a ordem. Max (Tom Hardy), um homem de ação e de poucas palavras, que busca paz de espírito depois da perda de sua mulher e seu filho após o caos. E Furiosa (Charlize Theron), uma mulher de atitude e que acredita que seu caminho para sobreviver pode ser alcançado se ela cruzar o deserto de volta para sua terra natal.

Sobre as comentaristas:

Vanessa Camassola Sandre
Graduada em Cinema pela Universidade Federal de Santa Catarina. Trabalhou em diversas produções audiovisuais para cinema, TV e web; e é diretora e roteirista do curta-metragem Nuvem, que recebeu prêmios nacionais e internacionais. Atualmente é Mestranda no programa de pós-graduação em Literatura da UFSC, tendo como foco de pesquisa a construção das narrativas femininas no cinema.

Carla Abraão
Bacharela em Cinema pela Faculdade de Artes do Paraná (2013). Atualmente é mestranda da pós-graduação em Artes Visuais da UDESC. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Cinema, atuando principalmente em Direção de Fotografia.

Boas férias!

06/12/2017 20:10

 

Com sinceros agradecimentos a todo(a)s os debatedore(a)s convidado(a)s, e especialmente, ao público das sessões, o projeto termina sua curadoria de cinema brasileiro, bem como seu semestre de atividades.

Retornaremos em março de 2018 com a próxima curadoria: distopias.

Boas férias!

 

Lançamento do terceiro e-book

29/11/2017 16:53

Expressões do horror: escritos sobre cinema de horror contemporâneo’ é o terceiro volume da coleção ‘Cadernos de Crítica’ do projeto de extensão Cinema Mundo, atividade promovida pelo curso de Cinema e pela Biblioteca Universitária da UFSC. A obra, com cerca de 200 páginas e 20 colaboradores, aborda o cinema de horror no século XXI em diferentes locais de produção, tais como a Suécia, a Austrália, o Irã, o Canadá e o Brasil.

O livro é resultado dos debates promovidos nas sessões de cinema comentadas do projeto e das propostas de troca de saberes entre instituições – condições que afirmam o compromisso do Cinema Mundo com a extensão, a pesquisa e o ensino.

Lançado oficialmente na sessão do dia 09/11, o e-book pode ser baixado de forma gratuita no link:

http://cinemamundo.cce.ufsc.br/publicacoes/

Projeto Cinema Mundo realiza exibição comentada do filme “O cheiro do ralo”

16/11/2017 21:19

 

Na próxima semana, quinta-feira (30), o Projeto Cinema Mundo/UFSC conclui sua mostra de filmes de Cinema Brasileiro Contemporâneo apresentando o filme “O cheiro do ralo” (2006), de Heitor Dhalia, baseado na obra de Lourenço Mutarelli.

A sessão, de entrada franca, acontecerá às 18h30 no Auditório Elke Hering, da Biblioteca Universitária da UFSC e contará com os comentários de Mariana Knierim e Taro Löcherbach.

Sinopse:
O proprietário de uma loja de penhores usa sua ganância para se sustentar e fazer certos jogos perversos. Mas tudo muda quando ele conhece uma garçonete e começa a perder o controle de sua vida equilibrada.

Sobre xs comentaristas:

Mariana Knierim Correia
Nasceu em Santiago, RS, mas cresceu em Florianópolis. É bacharel e licenciada em Ciências Sociais pela UFSC. Sua trajetória acadêmica é um pouco variada: desde pesquisas voltadas para o jornalismo (como “O Perfil do Jornalista Brasileiro”, do Prof Dr Jacques Mick), até estudo sobre as famílias muçulmanas residentes em Florianópolis, que foi o tema do seu trabalho de conclusão de curso. Atualmente trabalha com educação a distância.

Taro Löcherbach
Graduando em Música na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), já cursou também Filosofia e Biblioteconomia. Poeta, letrista, vocalista e compositor da banda Parafuso Silvestre, já recebeu premiações na área da sonoplastia, composição, produção e direção musical. Trabalha como auxiliar de eventos culturais e é entusiasta de cinema, quadrinhos, literatura e arte.