Projeto Cinema Mundo
  • Live sobre o filme “The Rocky Horror Picture Show”

    Publicado em 12/07/2021 às 10:49

    Descrição do cartaz

    #ParaTodosVerem #DescriçãoDaImagem: banner-convite: foto de uma pessoa usando forte maquiagem, colete e luvas extravagantes, posando com as mãos na cintura em frente a uma cortina vermelha e uma faixa branca com palavras em preto. Acima da foto os dizeres “THE ROCKY HORROR PICTURE SHOW” e “(Jim Sharman, 1975)”. Abaixo da foto, a logo do Cinema Mundo, os dizeres “LIVE no Instagram do Cinema Mundo”, “19h00┃15/07, quinta-feira” e “Diedra Roiz e Lucas Gabriel Soares”, além das logos do Projeto Cinema Mundo, Cine Paredão, UFSC, BU – UFSC, Cinema UFSC e PPGLit.

     

    A primeira live do ciclo “cinema gótico” será nesta quinta-feira, dia 15 de julho, sobre o filme “The Rocky Horror Picture Show” (Jim Sharman, 1975). O debate acontecerá às 19h no Instagram (@cinemamundo.ufsc), contará com os comentários de Diedra Roiz e Lucas Gabriel Soares e com a mediação de Marcio Markendorf.

    Sobre o filme:

    Os namorados Brad e Janet têm um pneu furado durante uma tempestade e descobrem a misteriosa mansão do louco cientista Dr. Frank-N-Furter. Eles encontram uma casa cheia de personagens selvagens, incluindo um motociclista e um mordomo assustador. Através de danças sistemáticas e canções de rock, Frank-N-Furter revela sua mais recente criação: um homem musculoso chamado Rocky.

    Sobre o debate:

    Diedra Roiz

    Nome artístico de Nadege Ferreira Rodrigues Jardim – escritora de literatura com protagonismo lésbico, diretora teatral e atriz. Foi diretora artística do Projeto Shakespeare Livre em Blumenau/SC e da Cia Teatral Trivial EnCena no Rio de Janeiro. Graduada em Artes Cênicas pela UNIRIO e em Direito pela UERJ, é mestranda do PPGLIT/UFSC na linha crítica feminista e estudos de gênero, pesquisando elementos do gótico feminino na obra de Cassandra Rios.

    Lucas Gabriel Soares

    Graduado em letras. Atualmente Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC e membro do Núcleo de pesquisa Literatual – Estudos Feministas e Pós-Coloniais de Narrativa da Contemporaneidade.


  • Cinema gótico como nova curadoria

    Publicado em 08/07/2021 às 15:18
    Imagem da curadoria Cinema Gótico
    #ParaTodosVerem #DescriçãoDaImagem foto em preto-e-branco do interior de uma construção antiga de blocos de cimento e altas portas duplas de madeira e ferro. No centro inferior da imagem, o título “cinema gótico” e no canto superior direito a logo monocromática do Cinema Mundo.

     

    Em parceria com o 4º Seminário de Estudos do Gótico (@4seg2021), evento realizado pelo Programa de Pós-graduação em Literatura (PPGLit), a nova curadoria bimestral apresentará um breve panorama de manifestações do gótico no cinema.

    O gótico tem suas origens na topografia imaginária do medievo europeu – representada por castelos, abadias e construções arruinadas– e evoca o misticismo das maldições, profecias, fantasmas e outras aparições. Do aparato típico, quase clichê, destacam-se a alucinação da natureza para criação atmosférica, passagens secretas que dão em quartos ocultos, mulheres sendo aprisionadas por um homem, a figura do tirano dominando uma propriedade, a imaginação do estrangeiro como inimigo nato, assombrações e crimes sobrenaturais. A literatura emprestou parte dessa parafernália para o cinema e encontrou outro canal de expressão, bastante fértil e (áudio)visual.

    Procuramos incluir filmes novos e antigos, com perspectivas do gótico variadas e de diferentes locais de produção – embora em alguns casos seja incontornável a menção às produções americanas e europeias. Nesta curadoria será possível encontrar interfaces com o giallo, o musical, o fantástico, o horror, o criminal, a cientificção e até mesmo com o melodrama e a comédia.

    Acompanhem as postagens e próximas lives no @cinemamundo.ufsc e divirtam-se. Assim como os fantasmas se divertem.


  • Live sobre o filme “Divinas Divas” e exibição do curta “As Rendas de Dinho”

    Publicado em 21/06/2021 às 13:22
    Descrição das imagems #ParaTodosVerem: Acima, banner-convites sobre a live do filme “Divinas Divas” que apresenta uma foto de uma pessoa idosa aplicando batom vermelho com uma mão e segurando um espelho redondo com a outra. Acima da foto os dizeres “DIVINAS DIVAS” e “(Leandra Leal, 2016)”. Abaixo da foto, a logo do Cinema Mundo, os dizeres “LIVE no Instagram do Cinema Mundo”, “19h00┃24/06, quinta-feira” e “Sessão comentada por: Arthur Gomes e Edinara Kley”, além das logos do Projeto Cinema Mundo, Cine Paredão, BU – UFSC, Cinema UFSC, PPGLit e UFSC – PROEX. Abaixo, banner-convite sobre a exibição do filme “As Rendas de Dinho” que apresenta uma pessoa de costas, usando um vestido rosa e cabelos longos e loiros, caminhando em uma praia. Acima da foto os dizeres “AS RENDAS DE DINHO” e “(Adriane Canan, 2019)”. Abaixo da foto, a logo do Cinema Mundo, os dizeres “EXIBIÇÃO ONLINE do curta-metragem”, “19h00┃24/06, quinta-feira” e “Com a presença virtual da produtora e pesquisadora do curta: Edinara Kley”, além das logos do Projeto Cinema Mundo, Cine Paredão, BU – UFSC, Cinema UFSC, PPGLit e UFSC – PROEX.

     

    A quarta e última live do ciclo “envelhecimento” será nesta quinta-feira (24/06), às 19h, sobre o filme “Divinas Divas” (Leandra Leal, 2016). O debate acontecerá no Instagram do Cinema Mundo e contará com os comentários de Arthur Rogoski Gomes e Edinara Kley, mediados por Renata Santos. Na mesma ocasião, será exibido on-line o curta-metragem “As Rendas de Dinho” (Adriane Canan, 2019), produzido por Edinara Kley e que dialoga com o longa-metragem.

     

    Sobre “Divinas Divas”:
    Conheça a primeira geração de artistas travestis do Brasil. Rogéria, Valéria, Jane di Castro, Camille K., Fujica de Holliday, Eloína, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram o grupo que testemunhou o auge da Cinelândia repleta de cinemas e teatros.

    Sobre “As Rendas de Dinho”:
    O curta conta a história de Dinho Rendeiro, hoje com quase 65 anos e que nos anos 1960, desafiou regras da vila de pescadores onde nasceu, o Pântano do Sul, quando aprendia a rendar com a prima Nezinha.

     

    Sobre o debate:

    Arthur Gomes

    Ator, arte-educador, pesquisador de sexualidade, gênero e performance. Atua como a Drag Suzaninha desde 2014 movimentando o cenário catarinense da montação. É mestrando pelo PPGLit/UFSC pesquisando Arte Drag e velhice gay. É Conselheiro de Cultura LGBT+ de Florianópolis e sócio-produtor na produtora BAPHO Cultural.

    Edinara Kley

    Jornalista, assessora de imprensa. Graduada em Comunicação Social pela Facvest/Lages-SC. Pesquisadora coordenadora de produção no filme As Rendas de Dinho.


  • Live sobre o filme “Druk: Mais uma Rodada”

    Publicado em 07/06/2021 às 12:07

    Descrição do cartaz

    #ParaTodosVerem #DescriçãoDaImagem: banner-convite com quadro de filme mostrando um homem bebendo uma garrafa de champanhe e várias pessoas ao seu redor comemorando, olhando para ele e vestindo chapéus de marinheiro. Ao fundo, o céu azul. Acima da foto os dizeres “DRUK – MAIS UMA RODADA” e “(Druk, Thomas Vinterberg, 2020)”. Abaixo da foto, a logo do Cinema Mundo, os dizeres “LIVE no Instagram do Cinema Mundo”, “19h00┃10/06, quinta-feira” e “Sessão comentada por: Wesley Felipe de Oliveira & Régis Garcia”.

     

    A terceira live do ciclo “envelhecimento” será nesta quinta-feira (10/06) às 19h, sobre o filme “Druk: Mais uma Rodada” (Druk, Thomas Vinterberg, 2020), vencedor do Oscar 2021 na categoria “Melhor Filme Estrangeiro”. O debate acontecerá no Instagram com os comentários de Wesley Felipe de Oliveira e Régis Garcia e com a mediação de Leonardo Ripoll.

    Sobre o filme:
    Para alegrar um amigo em crise, um grupo de professores decide testar a ousada teoria de que serão mais felizes e bem-sucedidos vivendo com um pouco de álcool no sangue.

    Sobre os comentaristas:

    Wesley Felipe de Oliveira

    Pós-doutorando em Filosofia na UEL, graduando em Psicologia na UNESA, doutor e mestre em Filosofia pela UFSC na área de Ética e Filosofia Política, especialista em Educação e Filosofia e graduado em Filosofia pela UNIOESTE. Atuou como professor substituto na UFSC, lecionando Filosofia da Educação, Teorias da Educação e Pesquisa em Educação nos cursos de Licenciatura. Pesquisa sobre Educação, Ética e Literatura, Bioética, Principialismo, Sentimentos Morais, Informação e Sociedade.

    Régis Garcia

    Doutor em Letras, mestre em História da Literatura, graduado em Psicologia e também em Letras Português/Inglês pela FURG. Foi professor substituto na UFPel e na Pós-Graduação em Psicologia Clínica da FARG. Atua como psicólogo na área clínica e tem experiência com pesquisa e como docente nas áreas de Letras e de Psicologia, dialogando com os seguintes temas: Educação, Ética e Estética, Psicanálise, Literatura, Cinema, Estudos Culturais, Desenvolvimento Humano, Psicologia Social, Saúde Mental, entre outros.


  • Live sobre o filme “Deterioração”

    Publicado em 24/05/2021 às 11:56

    Banner-convite com quadro de filme contendo o rosto de uma mulher idosa de cabelos grisalhos, em luz sombria e com feições preocupadas/assustadas. Acima da foto os dizeres “DETERIORAÇÃO” e “(Relic, Natalie Erika James, 2020)”. Abaixo da foto, a logo do Cinema Mundo, os dizeres “LIVE no Instagram do Cinema Mundo”, “19h00┃27/05, quinta-feira” e “Comentadores: Marta Machado e Raphael Albuquerque de Boer”.

    Descrição da imagem #ParaTodosVerem #ParaCegoVer: banner-convite com quadro de filme  contendo o rosto de uma mulher idosa de cabelos grisalhos, em luz sombria e com feições preocupadas/assustadas. Acima da foto os dizeres “DETERIORAÇÃO” e “(Relic, Natalie Erika James, 2020)”. Abaixo da foto, a logo do Cinema Mundo, os dizeres “LIVE no Instagram do Cinema Mundo”, “19h00┃27/05, quinta-feira” e “Comentadores: Marta Machado e Raphael Albuquerque de Boer”.

     

    A segunda live do ciclo “envelhecimento” será nesta quinta-feira, dia 27 de maio, às 19h, sobre o filme “Deterioração” (Relic, Natalie Erika James, 2020). O debate acontecerá no Instagram com a participação de Marta Machado e Raphael Albuquerque de Boer e com a mediação de Marcio Markendorf.

    Sobre o filme:
    Uma filha, mãe e avó são assombradas por uma manifestação de demência que consome a casa.

    Sobre o(a)s comentaristas:
    Marta Corrêa Machado
    Professora adjunta na área de produção audiovisual na graduação em Cinema da UFSC, doutora em Adminstração Pública pela FGV/SP, mestre em Administração de Empresas pela FEA/USP e graduada em Jornalismo pela UFRGS. Atuou como produtora em projetos de animação e escreveu o livro “Tudo que você queria saber sobre comercialização de filmes nacionais, mas não tinha a quem perguntar”.

    Raphael Albuquerque de Boer
    Professor adjunto da FURG e pesquisador do Grupo de Pesquisa Sexualidade e Escola (GESE-FURG). Possui graduação em Letras Português/Inglês pela FURG, mestrado em Letras pela UFSC e doutorado em Letras Inglês pela UFSC, com pós-doutorado na área de Cinema e Gênero, pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens da UTP.